• Juliana Duarte

Como vestir as paredes e dar personalidade ao ambiente

Está precisando dar um "jeito" no seu ambiente e não sabe que tipo de material utilizar para valorizar as paredes? Essa é um dúvida muito constante e a reposta dela é: pode ser vários materiais! Pode ser pastilha, tijolinho, papel de parede, revestimentos com relevo, enfim, hoje em dia realmente existem diversos materiais, com cores, texturas, preços e efeitos diferentes... Uma grande variedade capaz de deixar qualquer um "perdidinho" na hora de escolher um revestimento que seja adequado ao uso do seu ambiente, que imprima sua personalidade e que combine com o seu decor! Vamos conhecer um pouco sobre alguns materiais que podem te ajudar, e muito, nesse momento de escolha!


A velha conhecida pastilha


Esse formato de revestimento não é novidade, não é mesmo? Mas de uns anos para cá, houve um grande aumento nos materiais utilizados nas pastilhas: vidro, inox, pedra natural, madrepérola, fibra natural... Fora os formatos, está achando que só temos os tradicionais quadradinhos? Que nada, temos diversos formatos para agradar qualquer gosto: círculos, hexágonos, quadrados de vários tamanhos, retângulos... O importante é analisar bem o material e o local em que ele será aplicado, se for na cozinha, por exemplo, ele deve ser fácil de limpar e principalmente que seja um material liso e que não seja poroso para poder facilitar a manutenção, agora se essa pastilha for aplicada em um banheiro, é importante que seja um material que lide bem com água e vapor para não embolorar.

Patilhas em inox preto aplicadas sob a bancada. |Foto por: Bruno Rossi | Projeto por: ESSA|Arquitetura


Revestimento com relevo: o novo queridinho!


Você vai se surpreender com essa categoria de revestimentos com relevo, a gama de escolha é enorme e vai depender muito do efeito que você quer no seu ambiente e principalmente quanto você pretende investir nesse acabamento. Pois além da variedade de desenhos do relevo, temos inúmeras opções de formatos e materiais, como: madeira, porcelanato, cimentício, pedra... O importante é ter em mente o que você pretende com o revestimento, se for deixar o ambiente mais aconchegante, é bacana utilizar cores quentes e materiais que tragam essa sensação, por exemplo, um revestimento de madeira, ele pode "esquentar" o seu ambiente e deixá-lo mais íntimo. Outro lugar legal para utilizar esse tipo de revestimento é na cozinha, existem porcelanatos com relevo, que além do visual, tem a manutenção bem fácil e o visual fica muito bacana!

Revestimento branco com relevo aplicado nas paredes. |Foto por: Paula Tedesco | Projeto por: ESSA|Arquitetura


E o tijolinho?

Está super em alta, e mesmo sendo um revestimento que aparentemente só teria um material possível, hoje em dia temos um material reciclável, que é o poliestireno que reproduz muito bem a estética do tijolinho e pode viabilizar o seu sonho de ter uma parede todinha neste material, já que o seu valor é mais atrativo do que o tradicional tijolinho e sua instalação é mais simples, mas necessita de uma máquina especial para que o recorte das peças fique bem feito. Esse material fica muito bonito em salas de jantar, home teather, dormitórios... O importante é você simpatizar com o material, pois o seu visual é mais carregado e se você tiver dúvida se realmente gosta, pode ser que você se canse rápido demais do revestimento.

Tijolinho aplicado em uma varanda. | Foto Bruno Rossi | Projeto por: ESSA|Arquitetura


A versatilidade do papel de parede


O papel de parede ganhou ainda mais popularidade nos últimos anos e realmente é um material bastante versátil, que possui centenas de modelos, valores, texturas e o principal, sua instalação é bastante simples, o que facilita a troca e permite mudar a cara de um ambiente em poucos passos! O papel de parede fica bem em praticamente todos os ambientes, é prudente evitá-lo em ambientes molhados ou úmidos, pois apesar de alguns serem considerados “laváveis”, eles não são capazes de suportar o contato direto com a água, justamente por ser um material colado, com cola, na parede isso faz com que ele não seja um material à prova d’água, por isso é recomendado que a limpeza do papel seja feita apenas com um paninho levemente úmido. Mas em ambientes como salas, dormitórios e lavabos, o seu uso é muito indicado e pode ser usado tranquilamente para trazer à sua cara ao ambiente! Lembre-se sempre de equilibrar as estampas, se o papel possuí uma estampa muito marcante, talvez seja melhor aplicá-lo em uma única parede de destaque e deixe as outras com uma pintura ou até mesmo com um papel de parede que possua apenas uma textura e seja de uma única cor.


Papel de parede aplicado em um escritório. |Foto por: Bruno Rossi | Projeto por: ESSA|Arquitetura


Esperamos ter te ajudado a conhecer melhor alguns tipos de revestimentos, agora você já pode começar a pensar em mudar um ambiente e deixá-lo com a sua cara!


Ficou com mais alguma dúvida? Nos envie um e-mail para contato@essaarquitetura.com.br e aproveite para deixar suas dúvidas e sugestões, elas podem virar um post aqui no blog!


Não se esqueça de nos ajudar a te conhecer melhor respondendo a nossa pesquisa!