• Caroline Lucas

4 dicas fundamentais para começar a pensar o quarto do seu bebê

Sem dúvidas o momento da chegada de um bebê é uma fase mágica e de muitas novidades. E não é à toa que todo esse processo tenha duração de 9 meses, logicamente para a formação do seu bebê mas para toda a adaptação psicológica dos pais e da família, além dos espaços físicos para receber bem este que foi tão aguardado! E são muitos detalhes que precisamos ter em mente para fazer do quarto do bebê um ambiente que seja agradável visualmente, aconchegante e principalmente que seja prático para o dia a dia. Preparamos algumas dicas para te auxiliar neste momento tão importante, e evitar que você cometa alguns erros que são bastante comuns e que com um pouco mais de informação podemos evitá-los facilmente.



Cada caso é um caso


Fazer a disposição dos móveis no quarto do bebê de acordo com a insolação e ventilação é muito importante para o conforto térmico do seu ambiente. Valorizar a iluminação natural, também é fundamental, posicionar bem a poltrona de amamentação, pode te dar a oportunidade de aproveitar o sol da manhã no quarto e talvez já aproveitar o momento da amamentação para o banho de sol diário, tornando este momento ainda mais especial para vocês e também prático, já que você estaria desempenhando duas atividades em um mesmo momento com o seu bebê. Isso deve ser estudado com atenção pois cada caso é um caso, e estes fatores podem ser diferentes mesmo a planta do seu ambiente sendo igual, mas estando em outro bloco do seu prédio ou até mesmo devido ao andar que o seu apartamento se encontra.

Cômoda e poltrona de amamentação (projeto ESSA|Arquitetura) | Imagem 3D por: ESSA|Arquitetura


Valorize os espaços vazios


Se o seu ambiente para o quarto do bebê for pequeno, sua atenção deve ser redobrada! Com a grande variedade de mobiliário de hoje em dia, é fácil nos deixarmos levar apenas pela beleza, querer ter vários tipos de móveis juntos e esquecermos que precisamos também de espaços vazios. Pera aí, espaços vazios, como assim? Exatamente, os espaços para circulação dentro de um ambiente são extremamente importantes, ainda mais em um ambiente aonde pode ser que você precise entrar com um carrinho de bebê, que ocupa muito espaço para poder se deslocar, ou até mesmo pensar que você vai precisar entrar neste ambiente de madrugada, provavelmente com sono e pouca luz, ou seja, quanto mais você tiver um espaço adequado para circular com tranquilidade no ambiente, mais prático será o seu dia a dia.


Atenção total as medidas


Em um projeto básico de um quartinho de bebê você vai precisar de um berço, uma cômoda para servir de trocador, poltrona de amamentação e um armário para as roupas. Agora que você já sabe quais os móveis que você vai precisar, está na hora de escolher os modelos, e é aí que mora o perigo, tenha atenção total nas medidas dos móveis! Uma dica bacana é ter desenhado a planta do seu ambiente, se possível em escala, leve ela junto com você e faça recortes com o tamanho de cada mobiliário, também em escala, e vá posicionando eles na sua planta para garantir que eles caibam e para garantir também que as portas do armário irão abrir, as gavetas da cômoda terão espaço para abrir também e principalmente que você terá espaço livre em sua frente para poder utilizá-la em sua principal função que é de trocador. Outro item que merece muito cuidado é o berço, é fundamental que você tenha fácil acesso à ele, não tenha itens que irão obstruir o seu acesso, isso facilitará muito durante a sua rotina com o bebê.

Dormitório bebê (projeto ESSA|Arquitetura) | Imagem 3D por: ESSA|Arquitetura


Cuidado com a iluminação


A escolha da iluminação do quarto do bebê é uma etapa bastante importante, e muitas vezes esquecida. Ela será responsável por criar um ambiente ameno para uma amamentação tranquila e para uma boa soneca do seu bebê. O primeiro ponto que deve ser levado em consideração é a escolha de luminárias que tenha a iluminação indireta, ou seja, uma iluminação que você não veja diretamente a lâmpada acessa e que assim não ofusque a visão de quem for utilizar o quarto e principalmente a visão do seu bebê. Para utilizar esse tipo de luminária não é necessário ter o forro de gesso rebaixado, mesmo que você tenha apenas um ponto de iluminação, é possível optar por luminárias com esta característica. Outro ponto que deve ser analisado é o posicionamento das luminárias, evite colocar ponto em cima do berço e da poltrona de amamentação, o bacana neste caso é utilizar algum tipo de luminária ou abajur que te dê a possibilidade de controlar melhor a iluminação de acordo com a sua necessidade.

Detalhe da iluminação indireta (projeto ESSA|Arquitetura) | Foto por: Juliana Duarte


Esperamos ter ajudado a iniciar este processo tão gostoso que é a reforma para o quartinho do seu bebê! Ficou tem mais alguma dúvida? Conte para a gente nos comentários ou nos envie um e-mail para contato@essaarquitetura.com.br e aproveite para deixar suas dúvidas e sugestões, elas podem virar um post aqui no blog!


Não se esqueça de nos ajudar a te conhecer melhor respondendo a nossa pesquisa!