• Caroline Lucas

Conheça 6 truques para deixar o seu apartamento maior!

Cada vez mais nos deparamos com ambientes compactos e por muitas vezes fazemos aquele clássico comentário “Nossa, mas não vai caber nada!”. Um espaço vazio realmente engana os nossos olhos e nos faz ter essa sensação, mas nada como um bom planejamento do ambiente, a escolha certa do mobiliário e dos elementos para ajudar e nos dar a sensação de amplitude! E é exatamente disso que precisamos, não é? Separamos aqui algumas dicas valiosas sobre esse assunto!


Tem que estar tudo combinando! Será que tem mesmo?


Por incrível que pareça, isto é um erro! E nós vamos te explicar... Um ambiente monocromático, ou então que tenha o mesmo tecido ou textura em todos os elementos, traz uma cara homogênea à sua decoração, e isso pode acabar deixando o seu ambiente sem graça. Experimente apostar em detalhes que façam a diferença, um tapete com uma estampa bacana, algumas almofadas que tenham texturas e tamanhos diferentes, mas que se complementem, ou até mesmo um móvel com uma cor mais forte, enfim abuse dos detalhes para fazer de cada cantinho um espaço especial!

Sala integrada a cozinha. |Foto por: Bruno Rossi | Projeto por: ESSA|Arquitetura


Muitos móveis...


Essa é uma dica que muitos já devem saber, mas é sempre válido lembrar! O excesso de móveis em um ambiente pode sim deixar um ambiente limitado e muitas vezes apertado! Por isso é muito importante escolher os seus móveis de uma forma consciente e baseada nas suas necessidades. Móveis adaptados para o seu dia a dia, irão otimizar a quantidade de móveis, fazendo com que você consiga se organizar melhor sem que para isso seja necessário exagerar na quantidade. Ah, e lembre-se de nunca bloquear o acesso às suas janelas, elas são a sua conexão com o exterior e irão dar uma visual bem mais ampla!

Esquema com medidas mínimas à serem respeitadas em uma sala | Esquema por: ESSA|Arquitetura

Cuidado com os excessos


A princípio isso pode parecer um pequeno detalhe, mas abusar das miudezas na decoração pode sim causar uma sensação de “aperto”. O ideal é separar alguns objetos para a sua decoração e de tempos em tempos fazer a troca, isso fará com que você tenha o ambiente sempre renovado e mais clean!

Estante decorada. |Foto por: Bruno Rossi | Projeto por: ESSA|Arquitetura


Atenção às cortinas!


Outro detalhe bastante importante é o comprimento das cortinas, uma cortina que não encosta no chão dá a sensação de “achatamento” ao ambiente. O ideal é uma cortina que vá do teto até o chão, para que você tenha um resultado muito melhor na sua decoração e para evitar essa sensação.


Cortina do teto ao piso. |Foto por: Bruno Rossi | Projeto por: ESSA|Arquitetura


Tons escuros nas paredes


Esse é outro erro bastante comum, utilizar cores escuras em todas as paredes de um ambiente, pode sim trazer a sensação de o ambiente ser menor do que ele realmente é. Uma dica bacana para quem não quer abrir mão de um papel de parede, ou de um painel escuro, é eleger uma única parede para aplicar o detalhe, isso irá criar um destaque para essa parede e não irá causar essa sensação.


A iluminação é muito importante


Na maioria dos ambientes, não se tem rebaixo de gesso e existe apenas um ponto de luz central, o que é na imensa maioria dos casos uma iluminação insuficiente, não homogênea e que cria sombras. Como podemos resolver isso sem grandes intervenções, como por exemplo, sem que necessite rebaixar o gesso? A resposta é: usando e abusando de iluminações complementares como abajures, luminárias e arandelas, eles irão reforçar a iluminação e distribuí-la de uma melhor forma, deixando assim o ambiente mais claro e mais amplo!

Iluminação eficiente e uniforme. |Foto por: Bruno Rossi | Projeto por: ESSA|Arquitetura


Esperamos ter ajudado! Ficou com mais alguma dúvida? Nos envie um e-mail para contato@essaarquitetura.com.br e aproveite para deixar suas dúvidas e sugestões, elas podem virar um post aqui no blog!


Não se esqueça de nos ajudar a te conhecer melhor respondendo a nossa pesquisa!